As Emoções em Tempos de Pandemia: Prejuízos e Possibilidades

As Emoções em Tempos de Pandemia: Prejuízos e Possibilidades

As Emoções em Tempos de Pandemia: Prejuízos e Possibilidades

Em tempos de pandemia, período de forçadas mudanças e tantas incertezas, é natural nos sentirmos, em algum momento, ansiosos, inseguros, com alterações no sono e no apetite. Muitas mudanças nos foram impostas repentinamente: isolamento social alterando a rotina de toda a família, insegurança profissional e financeira, medo em relação a sua saúde, da família e dos amigos, sensações de falta de controle, aumento da convivência do núcleo familiar, que por vezes pode gerar tensão entre os membros, entre tantas outras alterações no nosso cotidiano.

É sem dúvida um turbilhão de emoções que nos traz o alerta da necessidade de cuidado com nós mesmos e com os que nos cercam para que possamos administrar nossas emoções da melhor forma possível, minimizando os danos a nossa saúde física e psíquica.

Ansiedade, depressão, transtorno do pânico, agravamento das compulsões (comida, compras, jogos) e adições (álcool, drogas) são situações que tendem a emergir ou  a piorar em situações de crise e requer maior atenção e apoio.

Diante deste cenário o que podemos fazer para proteger e fortalecer nossa saúde neste momento?

Recriar a nossa rotina de forma que nos sintamos seguros, mantendo o horário de dormir e acordar, os horários de trabalhar, de estudar ou de acompanhar os filhos nas atividades escolares; os horários de alimentação, buscando priorizar alimentos mais saudáveis, podendo construir momentos afetivos e lúdicos como, por exemplo, cozinhar com a família, fazer noites do pijama, sábados de cinema, entre outras atividades que alimentem nossa alma e os nossos afetos;

Manter a nossa rede social e afetiva ativa, através de vídeochamadas, jogos online, entre outras alternativas que a tecnologia nos fornece;

Ler bons livros, ouvir boa música, resgatar brincadeiras de infância, fazer exercícios, participar de ações solidárias, são algumas alternativas para tornar esta rotina de isolamento um pouco mais leve;

O acompanhamento psicológico online é uma alternativa para este cuidado, tanto de forma preventiva quanto para trabalhar sintomas que já estão mais agravados.  Compartilhar nossos medos e angústias, nossas dores, nossas dúvidas e inseguranças nos trazem mais tranqüilidade e clareza para identificar a fonte destes desconfortos. Nos auxiliam a aprofundar o conhecimento sobre nós mesmos e sobre os vínculos que construímos (afetivos, familiares, sociais e profissionais) para que elaboremos, através deste espaço terapêutico, alternativas eficazes, como mudanças de pensamentos e comportamentos, para melhor lidar com as situações desafiadoras que enfrentamentos ao longo das nossas vidas.

As consultas online estão sendo disponibilizadas para dar apoio às pessoas nestes tempos de isolamento social. Além da Psicologia, outras áreas, como a Clínica Geral, Nutrição, Fonoaudiologia, entre outras especialidades também estão disponíveis para nos cuidar.

O tempo para passar tudo isso? Não sabemos. O exercício proposto agora é viver dia após dia, com menos olhar para o que passou, com menos desejo de adivinhar o futuro. Respire, cuide da sua saúde, cuide de quem você ama, flexibilize, mude hábitos. A aprendizagem é viver o presente com o olhar voltado para as boas possibilidades que esta situação difícil nos possibilita.

Psicóloga Cristina Sefton – CRP 07/08145
Psicóloga Social, Psicoterapeuta,  especialista em Avaliação Psicológica e Gestão Escolar


Agende sua consulta online aqui na iSaúde.

1- Para agendar, fale com nossa assistente virtual iSa ou pelo WhatsApp bit.ly/2FBlz7p

2- As consultas serão realizadas por chamada de vídeo, em sistema próprio da iSaúde. Você escolhe o dispositivo da sua preferência para a sua consulta: celular, tablet ou computador.

Crédito da fotografia: designed by Freepik